fbpx
segunda-feira, 06 fevereiro 2023 | Login
domingo, 18 dezembro 2022 10:57

E eis que a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA) volta a estar nos holofotes da comunicação social. Tudo por causa do novo programa de exploração lunar denominado de Artémis. 

E porquê este nome? 

É que, segundo a mitologia grega, Artémis, irmã gémea de Apolo, era a deusa da vida selvagem, da caça e também da lua. Este foco no feminino não é por acaso. Estiveram na lua apenas homens brancos e a NASA expressa mesmo que um dos objectivos é termos a primeira mulher na superfície do nosso satélite. Mas para já a primeira fase do programa inclui apenas elementos não tripulados. Depois da tragédia de Apolo I, que em 1967 vitimou três astronautas num incêndio, a prudência faz todo o sentido. Aliás, os reveses nos lançamentos até à data são oportunidades para aprender e corrigir para que nada falhe no espaço.

Informática: As tendências tecnológicas para 2020

A crueldade que nos deve indignar...

Mundo Auto - Chevrolet e Ferrari fazem-nos viajar no tempo

Brinquedo. O negócio da China...

Prémios à parte, realidades inquestionáveis. 47 Cruzeiros acostam em Tenerife só este mês

Portugal é o terceiro país mais pacífico do mundo

Em 2016, mais de 31 milhões de deslocados no mundo

Inevitável

A sensatez em querer tornar a América grande ou uma ameaça para a ordem mundial?

Eleições norte-americanas: Afinal, foi Trump que teve mais votos

António Guterres é o nono secretário-Geral da ONU. Aclamado pelo Conselho de Segurança, derrota a Comissão Europeia

Medellín já não é das cidades mais perigosas do mundo

Europa perdeu 159 biliões de IVA

Febre-amarela mata em Angola

News Letter

Subscreva a nossa  News Letter para receber as noticias que publicamos "na hora"...

Estão Online:

Estamos 245 Visitantes e 20 Membros Online

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa