fbpx
sexta-feira, 03 dezembro 2021 | Login
quarta-feira, 21 julho 2021 16:51

A pandemia veio afetar a generalidade das atividades nacionais, embora a agricultura tenha sido uma daquelas que menos sofreu os danos cola-terais das sucessivas vagas e confinamentos.

Quisémos “apalpar o pulso” ao setor e fomos conversar com uma das empresas mais icónicas da região, dedicada às pequenas e grandes máquinas agrícolas, a Agrifaia.

Conversámos com Nuno Matos uns dias antes da Feira de São Pedro - Torres Vedras, um dos gerentes da empresa que, com os seus irmãos Hélder e Marco, sob a batuta do pai Benedito, são os timoneiros desta “nau” do setor agrícola.

segunda-feira, 19 julho 2021 17:27

Visitamos a sede do Agrupamento de Escolas Padre Vítor Melícias onde fomos recebidos pelo seu diretos, o professor Joaquim Pinto Gonçalves, que nos mostrou a escola e falou dos diversos problemas que afetam este estabelecimento de ensino bem assim como as escolas a nível nacional.
Acabámos de ver publicados os rankings nacionai de escolas e também quisémos saber como funcionam, que efeito têm e como espelham a realidade do ensino em Portugal.
Uma conversa muito interessante da qual extraímos algumas partes que achámos mais interessantes e pertinentes, integrantes da entrevista entretanto publicada nos nossos meios online no programa “Esta Noite”.

segunda-feira, 19 julho 2021 17:17

DOCE D’MEL é um projecto de música popular/sertaneja que surgiu no panorama musical nacional à cerca de um ano. Composto por oito elementos, teve inicio quando o vocalista Pedro Cunha deixou o projecto anterior “Canela & Mel” e decidiu apostar neste novo desafio. DOCE D’MEL é um grupo de baile cujo seu repertório é essencialmente musica popular brasileira sendo também pautado por musicas bem conhecidas e grandes sucessos portugueses. Com o objectivo de levar até ao público o melhor que se faz nestes dois países, os DOCE D’MEL brindam-nos com o seu primeiro CD intitulado “ RENOVAÇÃO “. Este ano 2021 apresenta um novo trabalho, um Ep com 5 temas entitulado, Cowboy no Asfalto. (Texto: País Real)

Revista Festa - Quem são os Doce D’Mel?

Pedro Cunha - Doce D’Mel é um projeto formado à  cerca de dois anos, embora com a interrupção por causa da pandemia, mas nunca paramos de todo.

segunda-feira, 19 julho 2021 17:02

Deslocámo-nos até casa de um amigo, não só um amigo nosso mas um amigo de Torres Vedras e da generalidade das pessoas que aqui residem, e não só, pois é uma pessoa que tem amigos um pouco espalhados por todo o país.

Foi, durante décadas, uma das principais imagens de um dos clubes mais representativos da região, com muitas alegrias e algumas tristezas, mas oferecendo o seu empenhamento sem qualquer queixume ou sem regatear qualquer esforço. E sabemos que muito foi o esforço que lhe foi exigido.

É, também, administrador de uma das principais entidades financeiras torrienses, onde, há muitos anos vem dando o seu contributo para engrandecimento da mesma.

terça-feira, 15 dezembro 2020 10:40

O maior produtor de vinhos de Portugal viu o seu “Pingo Doce Syrah 2017” ser distinguido, entre 8500 vinhos de 46 países produtores, que participaram no “Concours Mondial de Bruxelles” nos passados dias 4 a 6 de Setembro em Brno, com a medalha de ouro.
Este tinto de 13,3º foi o pretexto que nos levou a uma conversa com a administração da Adega Cooperativa de São Mamede, situada na freguesia da Ventosa, em Torres Vedras.
Dois dos seus diretores, Joaquim Amaro e Jorge Alves estiveram connosco, em direto no programa “na revista Festa ESTA NOITE com Carlos Rosa”. Luís Santos, por motivos imperativos relacionados com a Adega não o pode fazer, mas foi uma tertúlia muito interessante onde, para além de mais um prémio conseguido, com um vinho produzido em exclusivo para aquela grande superfície, se falou de vinhos, de produtores, da Adega e da forma como esta tem abordado os desafios do mundo atual.

Media

quinta-feira, 26 novembro 2020 10:12

Para além das “facetas” que todos lhe conhecem, como a política, onde foi vereador do município de Torres Vedras, à empresarial, onde é sócio de uma das mais conceituadas empresas de instalações elétricas da região, tem uma outra paixão, talvez menos conhecida, mas que lhe enche “a alma”: os psitacideos, ou mais propriamente a criação de piriquitos de que cuida quase como se de família se tratasse, tal a paixão que tem por estas aves.
Foi sobre a sua criação que o convidámos a conversar connosco e ainda conseguiu surpreender-nos.

Revista Festa - O que são propriamente os psitacídeos?
Sérgio Cipriano - Antes do mais quero agradecer o convite para falar de um “hobbie” que já tem quase a minha idade.
Psitacídeos é uma classe de aves, vulgarmente conhecidos como piriquitos, papagaios, araras, catatuas, ou destas famílias. Pássaros de bico curvo, com dois dedos para a frente e dois para trás, que se alimentam de sementes e frutos. São espécies que existem um pouco por todo o mundo, nos seus habitats naturais, embora na Europa só existam importadas de outros continentes.

 

revista generalista

Torres Vedras

região Oeste e norte de Lisboa